Terapia Ocupacional é uma disciplina da saúde que diz respeito a pessoas com diminuição, déficit ou incapacidade física ou mental, temporária ou permanente. O Terapeuta Ocupacional profissionalmente qualificado envolve o paciente em atividades destinadas a promover o restabelecimento e o máximo uso de suas funções com o propósito de ajudá-los a fazer frente as demandas de seu ambiente de trabalho, social, pessoal e doméstico e a participar da vida em seu mais pleno sentido.

Terapia Ocupacional pode ser indicada para qualquer ou todos dos seguintes itens:

  • Ajudar a manter ao máximo o bem-estar;
  • Prevenir a piora em uma desordem crônica;
  • Ajudar no diagnóstico;
  • Promover e restabelecer as funções biopsicossociais;
  • Acelerar a convalescência;
  • Restabelecer a capacidade laborativa;
  • Promover a adaptação e integração social;
  • Examinar a estabilidade da recuperação.
  • A seleção dos procedimentos são de acordo com as necessidades de cada paciente.

Em todos os casos a observação, a análise e o seguimento são parte essencial na função de um Terapeuta Ocupacional. O êxito no tratamento depende em grande parte das relações individuais e grupais envolvidas, e do esforço com que cada paciente pode ser encorajado no sentido de sua recuperação.
Os programas de Terapia Ocupacional são parte de serviços de saúde em hospitais (tratando desordens físicas ou mentais), hospitais-dia, centros de reabilitação, instituições geriátricas programas de atenção domiciliar, escolas e clínicas especiais, reformatórios, programas nas comunidades e em outras organizações que provêem reabilitação e/ou serviços de prevenção, ambos dentro e fora do modelo médico.O Terapia Ocupacional contribui para a reabilitação total do paciente em conjunto com os outros membros da equipe de tratamento.